The 4400 – Promises Broken (Capítulo 49 e 50)

Publicado: 27 de janeiro de 2012 em The 4400

Os capítulos a seguir foram traduzidos por Vinícius Fernandes e Helena Padim, respectivamente.

E aqui encerram-se os livros da Imagemsaga “The 4400”, escritos por Greg Cox e David Mack.

Vamos deixar nos comentários suas opiniões sobre os livros? Qual deles foi melhor? Por quê? O final alcançou suas expectativas? O que não aconteceu que vocês gostariam de ter visto? Vamos comentar, pessoal!

Só para lembrar, estou traduzindo um livro de fantasia (já fiz um post sobre ele aqui: https://brenooficial.wordpress.com/2011/06/05/grey-griffins/) e em breve postarei o começo no blog.

Até a próxima!

QUARENTA E NOVE

SEUS ROSTOS HAVIAM MUDADO, mas o mundo continuava a mesma coisa. Algo tinha dado errado no plano.

Confinados dentro dos corpos de dois irmãos marroquinos de pele escura, Wells e Kuroda espremiam-se por sobre uma mesa em uma lanchonete movimentada de Casablanca. Na fachada do lado de fora, a forte luz do sol da tarde cozinhava a rua empoeirada. Dentro do estabelecimento escuro, o ar estava abafado e impregnado com ao fumaça cheirando a fruta que saíam de cachimbos d’água.

Todas as outras pessoas pareciam, de um modo ou de outro, com os novos hospedeiros dos agentes Marcados: pele e cabelos escuros e trajando vestes de deserto cujo estilo continuara o mesmo por centenas de anos.

Beliscando a comida em grande prato de metal entre eles, Wells entortou o nariz para o alimento.

— Eu seria capaz de matar por um hambúrguer de bacon agora — disse.

— Foi você que insistiu pra gente parecer com os nativos — retrucou Kuroda.

Wells bufou.

— Como de fizesse diferença agora. O Jakes se foi, o plano já era, e Collier está mais poderoso que nunca. — Ele lançou um olhar cansado para o resto do local, certificando-se de que nenhum outro cidadão os estava ouvindo. Ninguém dava a menor atenção. — Da próxima vez iremos direto ao Jordan.

— E quem disse que vai ter próxima vez? — retrucou Kuroda. Não temos nada, Wells. Todo nosso dinheiro se foi na guerra. E agora que a linha do tempo está toda bagunçada não tem como saber o que acontece em seguida. Tudo aquilo que você disse que ia acontecer? Já era. O futuro que a gente conhecia já era.

Franzindo a sobrancelha de raiva, Wells resmungou:

— Não quero saber. Não vou ficar parado e deixar Collier ganhar. — Ele pegou a mangueira de seu cachimbo d’água e levou o bocal até os lábios. — Um plano novo vai aparecer com o tempo — disse. Então inalou uma lufada de fumaça doce e fresca. Ele curtia o som de borbulho que vinha do cano enquanto fumava. Depois de exalar tudo, falou: — Felizmente, tempo é uma coisa que temos em abundância.

Kuroda levantou o bocal do seu cachimbo.

— É a única coisa que temos em abundância.

A mangueira do cachimbo de Wells tremulou e escapou de sua mão. O mesmo aconteceu com o de Kuroda. As mangueiras ondularam hipnoticamente, dançando entre os homens com a graça mortal de uma serpente. Então deram o bote para frente e enrolaram-se nos pescoços de Wells e Kuroda, apertando-se perigosamente.

Ao redor deles, os clientes na lanchonete levantaram-se de suas almofadas gritando “Djinn! Djinn¹!”. Em poucos segundos, o lugar estava vazio. Pratos de comida estavam ao chão e virados de cabeça para baixo, seus conteúdos esparramados sobre as almofadas de cetim. Cachimbos d’água jogados formavam poças no chão sujo.

Só sobraram os dois agentes marcados no local, contorcendo-se no chão enquanto as mangueiras enforcavam-nos.

Mesmo quando sua visão começou a falhar e perder o foco, Wells viu duas figuras metidas em vestes de deserto entrarem na lanchonete. Os recém-chegados viraram duas silhuetas devido à claridade do dia quando se aproximaram e avultaram-se por sobre Wells e Kuroda.

O mais alto perguntou ao outro:

— Tem certeza que são eles?

O companheiro respondeu:

— Tenho. São os dois últimos.

A mangueira ao redor do pescoço de Wells apertou-se mais do que ele acreditava possível. Ele sentiu a traquéia quebrando-se e a vértebra cervical esmagando-se enquanto tudo escurecia.

No seus últimos momentos, Wells sentiu o gosto da derrota. O futuro pelo qual ele lutara estava perdido. O mundo pertencia a Jordan Collier.

— Tem certeza que são eles? — perguntou Richard Tyler.

— Tenho — disse Gary Navarro, olhando os rostos dos Marcados que se contorciam sob seus pés. — São os dois últimos.

Wells e Kuroda nunca suspeitaram que Gary tinha descoberto tudo sobre seus disfarces através da mente de seu cúmplice, Jakes, antes de sua morte. Desde que haviam chegado em Tóquio, operários leais a Collier estavam esperando por eles.

Cada passo que eles deram desde então estava sendo observado. Nenhum deles deixara de ser vigiado por um momento sequer.

Os barulhos de estalos dos pescoços dos agentes fizeram Gary recuar. Apesar de tudo por que passara na Terra Prometida, testemunhar um assassinato em primeira mão ainda deixava-o enjoado.

— Acho que você deveria esperar lá fora — disse Richard ao perceber o desconforto de Gary.

Mentindo, envergonhado, ele respondeu:

— Estou bem. — Virando a cabeça para não olhar os agentes Marcados, perguntou a Richard: — Como o Jordan conseguiu tirá-lo do seu esconderijo para isso?

— Você não consegue ler minha mente para ver a resposta?

— Consigo — respondeu Gary. — Mas geralmente não faço isso com que está do meu lado.

— Eu não estou do lado de ninguém — rebateu Richard.

— Então por que está aqui?

Sons agonizantes – de algo molhado sendo esmagado e o sibilar de gases e líquidos – vindos dos corpos dos Marcados disseram a Gary que ele fizeram bem ao desviar o olhar. Ele não queria ver o que estava acontecendo, mas seus ouvidos diziam-lhe mais do que queria saber.

Olhando sem compaixão para o dano que causava com a telecinese, Richard disse:

— Só estou terminando o que comecei.

Dando um passo a frente, Richard tirou de suas vestes um frasco preenchido com um pó metálico. Ele removeu a tampa de borracha do recipiente e despejou o conteúdo nos corpos mortos.

Incapaz de segurar sua grande curiosidade, Gary virou-se e observou o pó caindo e pousando sobre os rostos grotescamente deformados doas agentes. A substância parecia ser absorvida pela carne dos mortos.

Momentos depois, uma luz fluorescente tomou seus olhos, e um fogo azul engolfou suas cabeças e espinhas. O nanopatógeno radioativo feito pelo doutor Kevin Burkhoff fez efeito rápido nos nanites dos Marcados, aniquilando para sempre suas identidades sintéticas. Como brinde, no fim, os corpos de seus hospedeiros queimaram numa lufada de cinzas.

Então o brilho diminuiu, e tudo o que sobrou foi a fumaça grossa de gordura humana, o odor de queimado de carne chamuscada e o calor norte-africano do meio-dia.

Gary acionou um pequeno dispositivo de comunicação implantado em sua orelha. Produzida pelo gênio devido à promicina Dalton Gibbs, a invenção permitia aos membros do movimento comunicarem-se de qualquer lugar sem que suas conversas fossem rastreadas ou interceptadas. Gary não sabia como isso funcionava, e também fora advertido de que não precisava saber.

Ele mexeu no transmissor.

— Jordan, é o Gary.

Prossiga.

            — Missão cumprida. Os dois últimos marcados estão mortos.

Ótimo. Volte para casa e diga ao Richard que eu agradeço.

            Virando-se para transmitir a gratidão de Jordan, Gary viu que Richard se fora, já havia desaparecido entre a multidão do lado de fora da lanchonete.

— Direi — respondeu Gary. — Te vejo quando voltar. — Ele desligou o aparelho e saiu da lanchonete pela saída na cozinha do fundo. Enquanto se misturava à multidão agitada na rua, ele lembrou-se do último pensamento de um dos homens que ajudara a matar: O mundo pertence à Jordan Collier.

Ele quase teve pena dos agentes Marcados mortos, porque agora via que eles nunca entenderam o que era a promicina. Eles não enxergavam sua premissa.

O mundo não pertencia a Jordan Collier.

Graças à promicina, o mundo pertencia a todos.

¹ é uma espécie de espírito que rege o destino de alguém ou de um lugar.

CINQUENTA

TOM ACORDOU na manhã mais clara e brilhante que já vira em toda a sua vida. Seus olhos levaram alguns segundos para se adaptar à claridade da consciência, após sair das sombrias profundezas do sono.

Outras sensações retornaram primeiro. A dureza da superfície sob suas costas. Odores de pinho e amônia. Fricção de álcool com um toque de limão.

Um arrepio espetou a pele de seus braços e pernas desnudos.

Ele não estava em sua própria cama, nem em sua casa.

Entrando imediatamente em estado de alerta total, ele se sentou e olhou para os lados, observando ao redor: uma sala circular com superfície de prisco branco e cromo cintilante. As altas paredes eram dominadas por janelas, através das quais apareciam paisagens exuberantes e paradisíacas de colinas, florestas e rios de águas brilhantes.

Três níveis de estações de trabalho esparsamente posicionadas o circundavam. Homens e mulheres imaculadamente bem arrumados em roupas e sapatos brancos estavam sentados, encarando Tom, enquanto interagiam com displays projetados holograficamente. O murmúrio baixo de conversas ressoava pela câmara hemisférica.

Acima de Tom, um domo transparente mostrava um céu límpido e tão perfeitamente azul que o fez sentir como se nunca tivesse visto o firmamento antes daquele momento.

– Bom – disse um homem. – Você acordou.

Dando meia-volta, Tom se viu frente a um homem de meia-idade, de cabelos castanhos curtos e grisalhos, magricelo e de um olhar enervante, que Tom rapidamente percebeu ser devido ao fato de suas íris serem tão negras quanto suas pupilas. Como as outras pessoas que trabalhavam na sala, ele vestia um longo jaleco branco de laboratório e calças brancas largas, que pareciam feitas de algodão, e sapatos brancos que agora Tom percebera serem sapatilhas de lona.

Tentando não parecer tão assustado quanto estava, Tom disse:

– Estou no futuro.

– Correto – respondeu o cientista.

Tom deu uma olhada na luminosidade matinal.

– Parece diferente do que eu me lembrava.

– Naturalmente.

Descendo da mesa metálica de cirurgia, Tom perguntou:

– O que é isto? Tem a ver com os Marcados?

– De maneira nenhuma – respondeu o cientista. – A ameaça agora está completamente neutralizada.

– De nada – olhando para cima e em volta, enquanto esfregava os braços nus para aquecê-los, Tom continuou. – Então, qual é o problema? Eu fiz tudo o que você me pediu para fazer. Isabelle está morta, os Marcados se foram, e a promicina se espalhou pelo globo – indicando com a cabeça o mundo verdejante lá fora, ele acrescentou: – Até o futuro parece mais brilhante. Então, o que diabos eu estou fazendo aqui?

O cientista adotou uma expressão grave e cruzou os braços atrás das costas.

– Tom, havia uma razão pela qual nós nunca havíamos dado promicina a você durante as visitas anteriores ao futuro. Mesmo quando nós o mandamos de volta para confrontar Isabelle, com todos os poderes dela, nós não injetamos a droga em você. Não imagina o porquê disto?

O medo jorrou ácido no estômago de Tom.

– Jordan sempre disse que jamais forçaria alguém a tomar promicina – disse Tom.

– Ele não, mas nós obviamente o fizemos – disse o cientista. – Mas não no seu caso. Nós achamos que havia entendido. Mas então você foi e tomou a dose assim mesmo.

Tom sentiu-se como se estivesse sendo levado a julgamento por salvar o mundo.

– Mas Kyle, meu filho, ele… Ele disse que a profecia no Livro Branco…

– Propaganda inimiga – disparou o cientista. – As mentiras foram disfarçadas de verdade o suficiente para parecerem plausíveis – o cientista deu um passo à frente e agarrou a camiseta de Tom. – Não importa o que aquele livro dizia, você nunca deveria ter se tornado promicina-positivo, Tom. Nunca.

Empurrando o cientista, Tom agitou os braços no limpo e ensolarado futuro e protestou:

– OK, eu tomei promicina! Se eu não tivesse tomado, o mundo seria destruído. Mas tudo parece bem para mim, então que diferença isto faz?

Havia medo nos olhos do cientista quando ele respondeu:

– Provavelmente toda, Tom… Toda.

Aqui termina a Primeira Saga dos 4400.

Anúncios
comentários
  1. Lecho disse:

    Blz, mais uma saga. Agradeço o esforço dispendido pelo(s) colega(s).

    • Ricardo disse:

      Dois anos depois… Muito obrigado, havia começado a ler em inglês e depois soube dessa tradução (a única existente pra o português, devo ressaltar), foi brilhante. Anida e parece uma série cancelada, mas uma litura, no mínimo emocionante.

  2. Anderson disse:

    Antes de mais nada, agradeço ao pessoal que se empenhou para realizar a tradução dos livros, ambos foram muito bons.
    Esse capitulo 50 foi só pra deixar com um gostinho de quero mais.
    Mais uma vez obrigado pelas traduções e boa sorte nos projetos futuros.

  3. Andreia Guimaraes disse:

    Obrigada pelo excelente trabalho. Parabéns a todos que contribuíram para trazer o final da série aos apaixonados pela saga 4400!!!!!

  4. Daniel disse:

    Só tenho a agradecer ao Vinicius e a Helena pelo trabalho, e espero que tenham exito em tudo que vierem a executar pela frente….. Um grande abraço

  5. kaio disse:

    Gostaria de me juntar aos demais agradecimentos e dizer que vocês salvaram a vida de muitas pessoas, e espero que outras pessoas possam encontrar isso aqui. Pode ter certeza que continuarei a visitar o site para trabalhos futuros.

  6. Van disse:

    Parabens pelo trabalho de tradução, o mesmo não digo do final do livro, espera bem mais, não algo ???????, mesmo porque não continuação.
    Ao mesmo o autor poderia ter dado um final adequado, e não mais perguntas a serem respondidas…Me sinto como se tivesse cancelado seriado, e fiquei assimmmm ??????????????????????????????????????????????????????????????, porque fazem isso. Mas enfim foi um desabafo, porque comecei a ler, depois de assistir os episodios on-line
    O que interessa é bom trabalho de vocês, obrigado..

  7. Alana disse:

    Parabéns pelas traduções, gostaria que vcs pudessem traduzir o livro Heat Wave de Castle.Obg

  8. Purgatory man disse:

    muito obrigado pelos cap 49 e 50.

  9. Aline disse:

    Oh… chegamos ao fim….. snif snif.

    obrigado por nos permitir acompanhar a saga através dos livros.
    mesmo com o final intrigante fechou a história principal da série.

    parabéns!

    até a próxima.

  10. Sakura disse:

    Oi, valeu, por postar os livros, somente ontem terminei de ver a 4ª temporada e nem sabia que nao tinha final…nao acreditei…ainda bem que tem os livros para a gente ter uma nossão do que acontece, valeu pelo blog e parabens por todo o trabalho…

  11. Vanessa disse:

    Obrigada Vinícius e Helena pela tradução e por postar os livros.
    Eu só desconfiava em alguns momentos, inclusive quando o seriado ainda passava, que poderia ser realmente isso…
    Foi muito boa a leitura e foi muito bom poder acompanhar os livros traduzidos de uma das minhas séries preferidas, que infelizmente não teve continuidade devido a greve dos roteiristas.
    Parabéns a equipe!!!
    Abraços.
    Vanessa

  12. Maicon Sasse disse:

    Parabens pelo Trabalho!

  13. Awdrey Machoski disse:

    Parabens pelo trabalho!
    Encontrei o seu trabalho hoje, e estou reunindo as 2 obras de The 4400 para facilitar a leitura de quem quer que seja, com (obvio) indicação para o seu blog e creditos pela tradução
    Me envie um email para que eu possa mandar pra você

  14. Lorien disse:

    Parabéns e muito obrigada por tudo!

    Btw, o capítulo 48 foi pulado? Que fim levou?

  15. Jajá disse:

    Putz. Q lixo d final! Ops. O trabalho foi ótimo.. só o final é q ficou aquém do q eu esperava.. mas enfim.. Maia.. Diana.. Tom.. Kyle.. Jordan.. Isabelle.. ficarao pra sempre em nossas lembranças.. Nao sei se vcs concordam.. Mas muda a vida da gente.. Pra sempre. Abramo galera.

  16. Anderson disse:

    Ola gostaria de saber se é possivel mandar esse livro pra mim por email… adoro essa serie.

  17. Obrigada pelo trabalho realizado!

  18. Daniel disse:

    Muito obrigado pela tradução !!!! O final não foi dos melhores, mas espero que eles dêem continuidade na Saga.

  19. Arlene disse:

    Olá.

    Passando para dizer que descobri The 4400 há 15 dias atrás…. A netflix disponibilizou. Eu e meu marido ficamos viciados. E digo viciados mesmo, em 15 dias assistimos todos os episódios até descobrir a decepcionante noticia de que não havia fim. Mas que havia os livros, porem em inglês. Quando achei seu blog, ficamos loucos!!!!

    Vinicius e Helena Muitíssimo obrigada pela tradução. Excelente trabalho!!!

    Abçs

    • Marcelo disse:

      Arlene, eu acabei de ler o livro traduzido … Esta inteirinho, se quiser posso vende – lo pelo preço simbolico de 20,00 reais. Te envio pelo correio essa semana ! Se quiser avisa ..

  20. Vinicius Guardia disse:

    Em primeiro lugar, parabens pela tradução! muito bom e obrigado!

    sobre o fim do livro, não gostei, pois eles deram um final com um ar de continuação, e o que eu não gostei, é que não há continuação. e iremos ficar com o pensamento de o por que não era para tom tomar a promicina ou sei la o que aconteceu na realidade!

    abraços!

  21. Joel disse:

    Passou um ano da tradução do último capítulo, mas só no começo deste ano eu acompanhei as 4 temporadas desta série viciante. Enfim, queria agradecer aos tradutores pelo excelente trabalho.

  22. Jose disse:

    Conheci o seriado pela Netflix e como pude perceber ficamos conectados na história com a expectativa do final. Agradeço a oportunidade do acesso aos livros. Obrigado.

  23. Maikel Rosa disse:

    como a jose acima, também assisti a série no netflix e depois descobri o blog como forma de conhecer o resto da história. mesmo tendo passado tanto tempo, gostaria de agradecer e parabenizar vocês, vinícius e helena, por disponibilizarem o restante da série a nós, “mortais p-negativos”. infelizmente não achei o fim apropriado, mas isso é reclamação para ‘outras gentes’. mais uma vez, muito obrigado!

  24. managus disse:

    Obrigado pela tradução

  25. Renato Bacon disse:

    Parabéns! A série saiu no NetFlix e assistiu ela inteira em 1 semana (sim, fiquei viciado e aproveitei o feriadão de carnaval pra ver tudo)
    Agora vou cair dentro da leitura do livro.
    Parabéns mesmo.

  26. Renatão disse:

    Parabéns pela tradução. Ficou ótima! Obrigado!

  27. Drika disse:

    Gostei da tradução,excelente! O final é intrigante , deixa no ar uma possível retomada.Coisa de ficção,até certo ponto eu esperava pro isso.Afinal , não se trata de um romance com final ” e foram felizes para sempre”.Parabéns pelo trabalho.Sigo acompanhando seu trabalho.

  28. marcelo disse:

    POR GENTILEZA, COMO ENCONTRO – AQUI – O PRIMEIRO CAPÍTULO DO PRIMEIRO LIVRO?!

    GRATO!

  29. Simone disse:

    Também conheci a série através da netflix e encontrei a tradução neste blog, parabéns ao Vinicius Fernandes e Helena Padin pelo grande trabalho que tiveram com as traduções, que pena que o final foi de continuação…Mas, foi uma série de tirar o folego! O que aconteceu com o Vinicius, pois não há mais nada postado desde novembro?

  30. Ronaldocss disse:

    O que será que aconteceu com a Diana Skouris?, arrumou um macho ou acabou com o Marco Pacella??rs e a Maia? Tava virando uma aborrecente sem causa!

  31. Daniellr disse:

    Adorei a tradução e foi muito inteligente da parte de vcs! É uma bela divulgação do blogue! Amei, obrigada! Só me decepcionei com o fim….. Meu Deus, tem que ter outro livro! E outra coisa que fiquei esperando foi o casamento da Diana que a Maia tinha previsto com aquele namorado fotógrafo, nem foi mencionado no livro, achei estranho!

  32. Mima disse:

    Obrigada pelas traduções! Também comecei a ver pelo netflix e vim parar aqui. Só que era melhor nem ter lido, por que deixou do mesmo jeito que o final da quarta temporada (que pelo menos dava pra perceber que tudo ia dar certo). Enfim, espero que um dia eles lancem um novo livro ou algo assim

  33. Vera Yamasita disse:

    Realmente foi um grande trabalho de tradução! Quanto ao final, não é final não é mesmo? Na verdade é como se fosse um final de temporada e não a conclusão da série. Por este motivo não gostei, teria gostado se o cara tivesse já escrito a continuação, porque ele deixou margem pra isso não é? Mas ele não escreveu e não sei se vai escrever…Quando na TV a série terminou no 50/50, achei que não iriam conseguir desenvolver uma coisa interessante, iria ficar muita gente p-positiva e isso ia ficar estranho, mas não, o cara conseguiu contar uma coisa legal, interessante, mesmo muita gente tendo habilidades especiais, para chegar no “fim” fazer isso? Pra mim o autor foi pretensioso e acabou que isto ao invés de trazer muitos fãs para a série, irritou muitos dos que já eram fãs.

  34. Maria aparecida pastro disse:

    Olá , obrigada pela tradução . São 4:20 e terminei a leitura agora. O final não parece final, vou ficar muito tempo pensando.

  35. Muca velasco disse:

    Mais uma. Vez, meus. Agradecimentos aos tradutores, por tdo! Mas confesso ( n eh culpa de vcs, como tds sabem), fiquei decepcionada com o final, esperava mais! Valeu ; )

  36. Andrea Rodrigues disse:

    Parabéns pela tradução!!

    Gostaria de saber se você tem em pdf ou word os dois livros.

    Se tiver por favor me mande no email: andrea_crs_@hotmail.com

    Obrigada.

  37. glauciane disse:

    Ainda não terminei de lerrrrr o segundo livro, massssssss desde já te agradeço pelo seu servir. T+

  38. glauciane disse:

    Terminei hoje a leitura, não esperava esses fim ( expectativa frustrada) 😦

  39. Maria das Dores disse:

    Parabéns! Comecei a assistir a série pela Netflix e encontrei seu blog, trabalho árduo de tradução de todos estes capítulos, não li o material, ainda, mas salvei todo no meu note para ler depois, pois gostei da série pela tv e imagino que deva ser muito mais interessante a continuação nos livros. Enfim, venho reconhecer o trabalho de vocês, excelente!

  40. Parabens pelo esforço despendido e pela qualidade da tradução…..precisamos de mais pessoas como vcs

  41. REGINA disse:

    AGRADEÇO PELA DEMAIS PELO LIVRO , VCS SÃO OTIMOS

  42. Eric Caputo disse:

    gostaria de agradecer pela tradução, pelo menos temos agora uma “conclusão” para a história! alguém tem alguma informação se existe ou existirá uma continuação?

  43. Ludi disse:

    Terminei de assistir 4400 esses dias e fiquei super contente em descobrir que escreveram esses dois livros pra dar continuidade a serie e mais contente ainda em descobrir seu blog, estou no capitlo 6 do primeiro livro, mas imagino o trabalhão que deu para traduzir tudo isso e fiz questão de dar os parabéns. Tradução super bem feita!
    E tenho dois comentários que acho que deixaria mais simples a navegação pelo blog: vc deveria criar um menu com os eps pra facilitar a procura de quem começou a ler “atrasado”, e não ter que voltar varias paginas pra achar o capitulo em que parou. E a outra observação é usar letras escuras; os capitulos que estão em letras mais claras, ficam um pouco dificil e ler.
    Aproveitei pra falar isso mas só vim comentar para dar os parabéns mesmo 🙂

  44. waganju disse:

    poxa!! finalzinho bunda mole!q raiva rs to lendo e relendo pra ver se extraio algo desse final…O pior é saber q yalvez nao tem uma continuidade

  45. Eric Caputo disse:

    acho que captei o final… o objetivo do futuro nunca foi melhorar a vida da humanidade, mas causar algum evento que fizesse com que alguém, no caso Dennis, criasse o evento catastrófico que conduziu os eventos ao mundo como estava… os 4400 eram necessários para que isso acontecesse, e também os marcados… tudo na história foi montado como um enigma para desviar a atenção do leitor/telespectador para um motivo apresentado mas que estava longe do real… eu acredito que o futuro sendo do jeito que era o nosso modo de vida se preservaria, ou seja, seria necessário dinheiro para desenvolver a tecnologia da viagem no tempo, promicina, bomba de anti-matéria e nanotecnologia, isso estando certo se torna improvável que cientistas renegados e sem patrocínio criassem tudo, então o que o futuro realmente queria era que as coisas acontecessem exatamente como aconteceram. O marcado que estava levando a bomba mesmo percebeu que o mundo ficaria muito parecido com o mundo do qual viera e considerou isso apenas um bônus, para mim esse era o objetivo o tempo todo.

  46. nilza disse:

    Antes de mais nada trouxe copos e champagne virtual para brindar o fim do 4400 com toda essa galera que deixou os comentarios e também um brinde ultra-mega-especial para Vinicius e Helena que traduziram os dois livros e deixou muita gente desesperada aguardando a cada dia a leitura de um novo capitulo… eu não porque cheguei atrasada a festa… (rs…) aliás… cadê todo mundo? rs…
    Quanto ao final… concordo com varios “postsistas” que ficou com cara de temporada inacabada…
    Já pensou se derrepente no meio desse sapeca iaiá as pessoas olhassem para o céu, vissem uma luz brilhante…. e de lá anjos saissem tocando trombetas e Jesus aparecesse confirmando a profecia
    “ E eis que Ele vem com as nuvens, e todo olho o verá, até quantos o traspassaram. E todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele”. Apocalipse 1.7
    NOSSAAAAAAAAAA
    HELENA E VINICIUS, MUITO OBRIGADO DO FUNDO DE MEU CORAÇÃO POR ESSE MAGNIFICO TRABALHO.
    SEREI UMA VISITANTE DE SEU BLOG E SEMPRE COMENTAREI. GOSTARIA QUE AS PESSOAS CONTINUASSEM. JÁ VI QUE A FREQUENCIA AQUI É DEZ!

    BEIJOS EM TODOS!

  47. Taya disse:

    ola, estou com dificuldades para ler aqui, alguem poderia enviar os arquivos para meu email? tayazita.reis@gmail.com… ou disponobilizar um link.
    Parabéns pelo trabalho e obrigada

  48. Laura disse:

    Muito obrigado pelos dois livros traduzidos. Tava quase desesperada quando achei seu blog. Parabéns pelo trabalho

  49. Leo disse:

    Nossa, acho que vou fazer o seguinte, vou fingir que o Livro acabou no capítulo 49, acho que seria um final muito mais decente.
    Dica para quem acabou de ver o fim da 4a temporada no Netflix:
    Ler os dois Livros são como ver duas outras temporadas. Ou seja, vai chegar ao final com a mesma sensação de: “tudo bem, mas o que vem depois??” Várias perguntas sem respostas.. ou seja, acabou sem acabar…. denovo… Estou com o mesmo sentimento de quando vi o último capítulo da 4a temporada.
    Mas vale a pena se o seu objetivo for apenas “ver mais algumas cenas de ação”.

    Fora isso, engrosso o coro de parabéns pelos responsáveis pelas traduções. Ficou ótimo. Obrigado.

  50. João Vitor disse:

    Pessoal por favor me ajudem, ñ to achando o primeiro capítulo do livro, pra mim só aparece os últimos capítulos, eu preciso ler esse livroooo, melhor ainda se conseguir baixar, sou apaixonado por The 4400, melhor série ever sz haha ajuda ae galera, brigado!

  51. Anderson Parreiras Riedel lima disse:

    Belo trabalho de tradução, e muita gentileza compartilhar. Muito obrigado. Gostei muito da série, e gostei do livro, mesmo do final… Ouvi muitas críticas negativas ao final antes de conseguir ler o livro, talvez minha expectativa fosse baixa. Mas também não gosto de finais fechados. Espero que esteja tudo certo com vocês Vinícius e Helena. Mais uma vez, obrigado.

  52. †≤MÅگŦБЯگĦÅĐØШ≥† ® disse:

    Terminei hoje de ler o ultimo capitulo!

    Parabéns pela equipe da tradução…. !

    É impressionante o fato de que o final sempre deixa ponta pra uma continuação, só não gostei do fim inexplicado da personagem Alana, tinha esperança de que ela aparecesse e um dos dois livros, mas infelizmente esqueceram da personagem que foi bem ativa no seriado…

    Mas com certeza gostei da reaparição do Richard e o modo de como a guerra terminou,digamos assim.

    Com certeza esses personagens deixarão saudades, série fantástica!

    • Luciana disse:

      Gente, esse pessoal do futuro só pra deixar a gente pensativo, né? Nossa, tava preparada para um romance lindo começar (#muitoromantica) e o livro acaba!! Como assim produção??? O Kyle sem promicina, a Diana toma ou não toma? Qual seria sua habilidade? Nossa, tanta coisa pra rolar ainda, né gente? Depois de Star Trek acho que 4400 é a minha favorita… Muito bom o pessoal da série ter lançado os livros para nós, genial!!! O puta trabalho de vcs de traduzir e disponibilizar assim pra gente então, nem se fala!! Tudo isso nos faz perceber que a série merecia mais umas boas temporadas…. Valeu muito!!
      E o gostinho de quero mais que não passa???

  53. Fernando disse:

    Parabéns! A série saiu no NetFlix e assistiu ela inteira, aí descobri vasculhando na internet que a continuação havia sido cancelada… Mas achando a tradução dos livros restante aqui, a emoção continuou, pude ler e imaginar cada detalhe, imaginar os personagens interagindo e fazendo suas ações. Obrigado pelo tempo e zelo desprendidos na tradução.

  54. André disse:

    Parabéns Vinicius e Helena pelo trabalho e tempo dispensado pra satisfazer a alegria de muito fãs da série!! Abraços

  55. andrea disse:

    Excelente … amei saber disso, mas gostaria muito que terminasse … muito obrigada

  56. Lidianne disse:

    Obrigada pelo trabalho de vocês! Estão de parabéns! Infelizmente não posso dizer o mesmo do final da série 😦 Como assim acaba sem dá um final de fato? Ficou muita coisa em aberto, como: Diana tomou ou não a promissina? O que aconteceu com o Kyle? Por que Tom não poderia tomar promissina? Se o livro de profecia do Kyle era de falsas profecias, então o que de fato o pessoal do futuro queria que acontecesse? Queriam que tudo fosse destruído?

    Enfim, o autor deixou o final a desejar. Seria ótimo se ele escrevesse mais um livro, para, de fato, dá um final a série.

  57. carlos tuma disse:

    Assisti ao seriado e li os livros num prazo de uns 15 dias.
    Agradeço ao trabalho de tradução que ficou muito bom. Parabéns.
    Pena que o autor pisou na bola no final, devia ter parado no capitulo 49. Parece que quis vender mais um livro e não teve competência pra fazer…
    Ficaram muitas pontas sem amarrar, e a estória ficou capenga…
    Mas os seriados americanos andam com essa mania, a cada temporada inventam novos inimigos, pra tentar cobrir os buracos da temporada anterior, até que vira um queijo suíço de tantos furos.
    No inicio eram os 4400, depois veio a Isabele(capeta em pessoa), depois veio os marcados, a profecia e os outros(que fizeram a profecia? ou que possuíram o kyle e sua habilidade pomba-gira?)
    Um tal de morre e volta a vida, perde a habilidade e ganha de novo, habilidades pra lá de imaginativas, parece até que foi o Stan Lee q fez rsrs
    Mas não duvido que venham a fazer um filme dos livros, porem não acredito que o seriado continue.
    Muitos seriados como Lost, Heroes, e tantos outros teriam ganhado mais se terminassem no primeiro ano, este daria pra chegar no 6 ano, se pusessem um pouco de conteúdo nas conspirações.
    Abraços e continuem com o bom trabalho.
    Mais um vez, meus parabéns.

  58. Eu gostaria muito de um resuminho com o final da história, não sei se vale a pena ler os livros, pois essas séries de ficção costumam decepcionar no final. Até hj não me recuperei de Lost, então se alguém quiser me contar o final ficaria muito grata! krys.brito@hotmail.com

  59. Leiliane disse:

    Agradeço aos autores por disponibilizar a tradução dos dois livros, visto que não havia encontrado para comprar nem em inglês. Quanto aos livros, fiquei com a sensação de que o final foi no mesmo estilo de “Lost”, sem finalizar algumas histórias e deixando muitas perguntas.
    Enfim, parabéns pelo trabalho!

  60. Anna disse:

    Brigadaaaa vocês foram demias!!!

  61. sarah disse:

    Obrigada pela tradução!
    Li tudo em menos de uma semana… O final foi meio decepcionante né… Só pra me deixar louca.. Mas agradeço muito o trabalho de vcs por disponibilizar os livros!

  62. zuleica martins disse:

    Em 1 mês assisti a sèrie pela Netflix e depois descobri seu Blog com a continuação… Esta foi umas das series mais legais que já vi depois de Lost. O final, como era de se esperar, prepara para mais um livro ou serie do autor… Fazer o quê né? Num mundo sem promicina os autores precisam vender seus livros… Parabéns pelo brilhante trabalho de tradução e pelo Blog! Um abraço

  63. Parabéns aos tradutores, vocês foram excelentes e deviam pensar em lançar a tradução em português como livro on line. Pensar que começaram a tradução em 2010 e eu, em 2015 estou lendo o blog, deixa espaço pra entenderem o quanto são talentosos.
    Obrigada

  64. Sergio Martins Alves disse:

    Que pena ! Acabou e vou sentir falta. De qualquer forma parabéns aos tradutores.Obrigado !!! Valeu !!!

  65. Daniel disse:

    Obrigado pela tradução. Pena que acabou.

  66. Lipe disse:

    Muito bom. Parabéns Vinicius pela boa vontade em traduzir a continuação desse seriado que foi muito bem elaborado no meu ponto de vista.

  67. Ana Paula disse:

    Poderia me mandar o livro completo em Pdf??
    Meu email – anapaulasousa2244@gmail.com

  68. Rita disse:

    Obrigada pelo esforço de vocês na tradução. Fiquei feliz em poder ler a continuação. Mas concordo com o pessoal, falta de respeito com os fãs esse final. Muitas coisas no ar…

  69. Fernando disse:

    Obrigado a Todos!

  70. Ana Carolina disse:

    Boa Noite,

    assisti toda a série em menopítulos de uma semana e terminei os livros em 3 dias. Eu mal dormi por causa disso.

    Fiquei decepcionada com o fim da série e ainda mais com o fim do livro.

    Mas amei demais seu trabalho, me senti culpada por não ter comentado nos outros capítulos, era a ansiedade para saber o final.

    Porque você não pensa num final alternativo? Eu gostaria de ler!!!

    Super parabéns!!!

  71. Audra Liz disse:

    Parabéns pelo trabalho de vcs em traduzir os livros.
    Mas o final foi decepcionante… tantas perguntas sem respostas, deu a impressão que ainda viria mais um livro.
    Gostei da sugestão da Ana Carolina, vcs poderiam pensar em um final alternativo e escrever para nós.
    Abraços a todos.

  72. Brenda bachi disse:

    Bah cara muito legal, acabei de ver no netflix a 4ª temporada e corri pra internet atras das traduções só achei o segundo livro aqui no teu blog, tu continua ajudando gente todos esses anoshasuasuhsa. Valeu ja copiei todo em world… beijos

  73. Tathyana disse:

    Parabéns pelo site, amei!! Acabei de ver a 4ª temporada do 4400 no netflix (sim estou bem atrasada! rs) e no meio descobri que a série tinha sido cancelada, mas seu site me ajudou muito!! Vou entrar mais vezes com certeza!! Valeu pela tradução dos dois livros!!

  74. Arayna disse:

    Parabéns e obrigada pelas traduções! Salvou minha vida!
    Mas isso acaba assim mesmo?!
    Não tem mais?!
    Eu quero mais…. 😢

  75. Nubia disse:

    Parabéns pela tradução e muito obrigada!!!
    Estou bem atrasada, mas fica aqui meu agradecimento.
    Eu assisti a série pelo Netflix e descobri que havia sido cancelada. Procurando pelos livros, acabei chegando a este blog.
    Que final ruim eim? Não explica nada e deixa muita coisa no ar. Final tipo Lost :/
    Espero que façam outro livro ora fechar a história.

  76. Laís Maria disse:

    Gostaria de agradecer aos tradutores e ao dono do site que disponibilizou a tradução! Sobre o final, por mim poderia ter acabado no capítulo 49…mas enfim, valeu a pena saber o que aconteceu em seguida, depois da quarta temporada! Além disso eles só colocaram esse final para no caso de quererem continuar com outro livro, o que não aconteceu, portanto podemos encarar o capítulo 49 como um final mesmo!

  77. Renato disse:

    Sensacional!! Muito obrigado pela tradução. Ainda não li a temporada, mas só o fato de se dar o trabalho de traduzir e ajudar algumas pessoas, já vale a pena a leitura e o agradecimento.

    Abraço

  78. Renato disse:

    Pra constar, no início dessa postagem você pede opinião sobre qual achamos melhor, pior…

    Achei os três últimos episódios da 4ª temporada bem fracos, totalmente fora de contexto com os outros e com um roteiro bem pobre, matando todo mundo aleatoriamente, sem foco.
    E, achei a terceira temporada a melhor, vários esclarecimentos, mas algumas dúvidas.
    No geral (até a 4ª temporada) achei a série mediana, com alguns episódios muito bons e outros mais ou menos. Acredito que o fator ‘policial’ deixa a série agitada, porém, com episódios idênticos, de gato e rato onde tem um desfecho. Nos episódios em que jogavam pra frente a história de algum personagem, sem finalizar de fato o mesmo e o encaixando em outros enredos nos deixava mais ligados pra assistir os outros episódios. Só minhas considerações.
    Abraço

  79. Luciana disse:

    Parabéns pela iniciativa Vinicius!Excelentes as traduções, parabéns para a Helena também.Comecei a assistir a série pela Netflix e então descobri que tinha sido cancelada,e como já estava super envolvida, comecei a pesquisar sobre os livros traduzidos e cheguei ao seu site.Fiquei surpresa em ver que até hj as traduções ainda estavamos disponíveis!
    Gostei muito da série, dos livros também, capítulos muito bons,parecia que estava assistindo!Mas o final realmente foi decepcionante!Também me deixou com a mesma sensação de Lost. Vou abstrair o capítulo 50 e terminar no 49.
    Boa sorte e sucesso.

  80. Ka disse:

    Copiei todos os capítulos, passei para o office, revisei e corrigi algumas divergências ortográficas e salvei tudo em PDF, para no fim dos livros ficar na merda de novo? Que sacanagem esse “final”!!! Mais uma vez ficaremos sem respostas… É a vida!! =/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s